Atividades gratuitas para educadores na Estação Ciência

Com o objetivo de contribuir com o ensino brasileiro e ajudar na difusão científica, a Estação Ciência oferece durante todo o ano diversas atividades, muitas delas gratuitas, direcionadas a professores e educadores. Confira abaixo as próximas atividades programadas. Os interessados podem enviar nome completo, número do RG e telefone de contato para o e-mail eventos@eciencia.usp.br, indicando as atividades de interesse e aguardando confirmação da inscrição. Mais detalhes podem ser encontrados no site www.eciencia.usp.br.

Oficina Anatomia da Madeira

Propõe a identificação de características anatômicas da madeira e do que ela é constituída, bem como a observação de cortes microscópicos e o conhecimento de algumas madeiras utilizadas comercialmente. Direcionada a professores de primeiro grau, a oficina conta com atividades que podem ser feitas em sala de aula, tornando as aulas de botânica mais interativas, utilizando materiais reaproveitados de jardins e marcenarias. Ministrada pelo biólogo Raphael Jaquier Bossler Pigozzo, a oficina acontecerá no dia 7 de outubro, das 9h às 12h, com 30 vagas.

Estudando o Ar

O ar, sempre presente em nossas vidas, passa despercebido na maior parte do tempo. Nessa oficina, serão realizadas várias experiências com os professores para discutir a existência e as propriedades do ar, visando o desenvolvimento de atividades com os alunos. A coordenação é do prof. Dr. Ernst W. Hamburger (coordenador do Projeto Mão na Massa) e são 25 vagas. A atividade acontece em 27 de setembro, das 14h às 17h.

Observar e caracterizar diferentes amostras de solo

A oficina propõe a observação e a descoberta de algumas características sobre um dos componentes dinâmicos e fundamentais da natureza, o solo, criando pequenas esculturas. Ela visa identificar diferentes características dos solos, atentando para informações que podem ser obtidas através de observações simples que aguçam a curiosidade dos alunos. A partir de discussões sobre as diferenças ou semelhanças de algumas amostras de solo percebidas visualmente, ou outras vinculadas a nossas sensações táteis ou ainda em mistura com água, pode-se fazer uma caracterização simples dos solos. Também com a coordenação do prof. Dr. Ernst W. Hamburger (coordenador do Projeto Mão na Massa), a atividade tem 25 vagas e ocorre no dia 29 de setembro das 9h às 12h.

Ciclo de Palestras “Física para Todos”

O ciclo de palestras “Física para Todos” é realizado desde 2005 em parceria com o Instituto de Física da USP. Até dezembro, no primeiro sábado de cada mês, serão apresentados os mais diversos temas, sempre com linguagem acessível a todos os interessados.

Século das Partículas

Prof. Dr. Marcelo Gameiro Munhoz (Instituto de Física da USP)

7 de outubro, sábado, 15 h

Imagine a seguinte situação. Pegue um pedaço de qualquer material (madeira, borracha, plástico, metal, qualquer coisa mesmo) e divida-o ao meio. Tome uma de suas metades e divida-a novamente ao meio. Imagine a repetição dessa divisão milhões e milhões de vezes. Esquecendo por um instante as limitações puramente técnicas dessa empreitada, você já se perguntou onde isso iria parar? Ou melhor, será que isso teria um fim? Se tiver, o que restará em nossas mãos? O que será isso? Esse tipo de pergunta provoca a imaginação humana a milhares de anos. Até o início do século XX, muitos cientistas achavam que esse tipo de questionamento nem fazia o menor sentido. Uma revolução fantástica ocorreu durante esse século e, atualmente, acreditamos ter encontrado aqueles que são os menores “pedaços” de matéria que podem existir. Nesta apresentação vamos discutir como ocorreu essa maravilhosa revolução do entendimento humano sobre os constituintes básicos da matéria, e quais são os grandes desafios ainda por vir nessa jornada.

Ora bolhas! O que é a matéria mole?

Profa.Dra. Elisabeth Andreoli de Oliveira (Instituto de Física da USP)

4 de novembro, sábado, 15 h

Bolhas de sabão, clara em neve, manteiga, chocolate, cremes e plásticos são apenas alguns exemplos de materiais que não são completamente sólidos e nem completamente líquidos. De fato, esses materiais passaram a ser classificados como matéria mole, que é um estado da matéria onde as propriedades físicas são comuns aos líquidos e aos sólidos. O estudo desses materiais ganhou importância com a utilização de plásticos na fabricação de vários produtos, tais como embalagens plásticas e tecidos sintéticos, e atualmente é muito difícil olhar ao nosso redor e não encontrar um produto que não seja um material desse tipo, sobretudo na natureza. Nessa palestra veremos como a organização das moléculas nesses materiais está relacionada às suas propriedades físicas (fluidez, temperatura de fusão, etc.) e como a auto-organização das moléculas pode levar à formação de estruturas complexas, fundamentais para atividades biológicas dos seres vivos.

A natureza da luz: da antigüidade remota aos dias de hoje

Profa. Dra. Suzana Salém Vasconcelos (Instituto de Física da USP)

2 de dezembro, sábado, 15 h

O que é a luz? Como é produzida? O desejo de explicar a luz existe desde tempos remotos. Diferentes concepções e várias teorias sobre a natureza da luz foram formuladas ao longo da história humana. Nesta palestra será discutida a evolução do conhecimento acerca da luz e apresentadas, de forma simples, as atuais teorias que procuram responder tais questões.

Estação Ciência – Centro de Difusão Científica, Tecnológica e Cultural da Rua Guaicurus, 1394, Lapa, CEP 05033-002, São Paulo – SP

Telefone (11) 3673.7022 o Fax (11) 3673.2798

www.eciencia.usp.br – eventos@eciencia.usp.br

Atividades gratuitas para professores.

Fonte: aomestre.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *