Memória do Teatro Paulista

O Arquivo do Estado é um lugar bem interessante de conhecer. Lá funciona o Centro de Memória do Teatro Paulista, com exposições, espetáculos gratuitos para crianças, adolescentes e adultos, além de mostras com objetos, livros raros e fotografias. Pretende-se, com isto, preservar a história do teatro. Aguarda-se agora a instalação do Programa Galeria, com gravações em vídeo de depoimentos de personalidades do meio artístico. O Arquivo do estado fica na Voluntários da Pátria, 596, no bairro de Santana.

Centro de Memória do Teatro Paulista

O Centro de Memória do Teatro Paulista funciona no Arquivo do Estado, com exposições, espetáculos gratuitos para crianças, adolescentes e adultos. Além de preservar a história do teatro, o Centro realiza mostras com objetos, livros raros e fotografias, além de marcar palestras culturais. O próximo passo é instalar o Programa Galeria, com gravações em vídeo de depoimentos de personalidades do meio artístico.

fonte: aomestrecomcarinho.com.br

MEC promove Semana da Consciência Negra

O Ministério da Educação vai realizar, de 22 a 26 de novembro, a Semana da Consciência Negra, com ampla programação voltada para a valorização da cultura afro-brasileira e dos afrodescendentes do País. O evento contempla manifestações musicais, fotografias, moda étnica, dança, cinema, debate, coleta de donativos em solidariedade ao Haiti e mesa-redonda sobre os impactos da aplicação do Decreto nº 4.228/02, que determina percentual de vagas nos setores de decisão do governo para afrodescendentes.

A abertura da Semana da Consciência Negra no MEC será às 10h da segunda-feira, 22, no auditório do edifício-sede, em Brasília. Na seqüência da solenidade de abertura, haverá a inauguração do Mural das Ações do MEC, sobre as políticas públicas para as populações negras no Brasil e no exterior, e da Cooperação entre Brasil e Cabo Verde para a criação da primeira universidade pública naquele país africano de língua portuguesa. Haverá, ainda, a exposição de fotografias sobre a temática afrocultural, de fotógrafos profissionais do MEC, e a Mostra de Moda Étnica.

fonte: aomestrecomcarinho.com.br

Férias tem exposição de espécies exóticas em São Sebastião

Espécies exóticas do fundo do mar estão à espera de visitantes nas férias de janeiro. São as visitas monitoradas à costa brasileira, promovidas pelo Centro de Biologia Marinha da USP (Cebimar), em São Sebastião, SP.

O Cebimar estará aberto ao público entre 13 de janeiro e 6 de fevereiro de 2005, de quinta a domingo, das 14h às 17h. Os visitantes serão atendidos em grupos de cerca de dez pessoas acompanhadas por um monitor que esclarecerá dúvidas e curiosidades e transmitirá informações sobre os ecossistemas marinhos, os animais e algas que neles vivem e como as pesquisas científicas são realizadas nesta área do conhecimento.

A visita monitorada do Cebimar visa conscientizar os visitantes sobre preservação ambiental. Na primeira parte está prevista uma caminhada pela praia e costões rochosos para reconhecimento do ecossistema marinho e os organismos que nele vivem. Os monitores transmitem informações sobre as pesquisas que são realizadas no Cebimar, conceituam a questão do lixo reciclável e descartável e falam sobre os riscos que trazem à vida marinha. Serão abordados temas como a biologia dos animais cujas rotas migratórias passam pelo Litoral Norte Paulista.

Na segunda parte da visita, o grupo será levado aos tanques aquáticos contendo organismos vivos da fauna e flora marinha. Os visitantes vão conhecer novas espécies, tipos que raramente são encontrados em outras exposições. É o caso da Ascidia, um pequeno animal que vive no fundo mar, em locais mais rasos, e que facilmente pode ser confundido com uma bolinha de piche. A outra mascote da exposição é o Crinoide, um pequeno bichinho muito parecido com uma alga. Ainda nessa fase, será possível saber sobre a vida dos bichos – alimentação, reprodução, estratégias de defesa e os cuidados com aqueles que oferecem risco a vida humana.

No CEBIMAR, a entrada é franca e todas as atividades prevêem a participação de deficientes motores e sensoriais.

Mais informações podem ser encontradas na nossa página www.usp.br/cbm ou pelo telefone (12) 3862.7149.

Centro de Biologia Marinha – USP – Rod. Manoel Hipólito do Rego, km 131,5 – São Sebastião – SP – Brasil

fonte: aomestrecomcarinho.com.br

Exposição reúne reflexões de crianças e jovens sobre o futuro de São Paulo.

Obras produzidas em caixas de madeira serão exibidas em sete prédios históricos paulistanos e na nova sede do Instituto GTECH, no período entre 06 e 19 de dezembro.

De 06 a 19 de dezembro, locais do centro histórico de São Paulo como Pátio do Colégio, Largo São Francisco e Ministério Público exibirão os resultados das reflexões de crianças e jovens sobre a cidade no futuro, permeadas pela expressão de suas expectativas em relação ao seu papel, hoje e amanhã, na realidade paulistana. A exposição Em Obras: Um Olhar em Construção reunirá obras produzidas por 850 crianças, adolescentes e membros de comunidades participantes do Programa Asa – Oficina de Arte-cidadania, do Instituto GTECH, que já atendeu 3.500 crianças e jovens desde a sua criação, há quatro anos.

A exposição marca a inauguração da nova sede do Instituto GTECH (na Alameda Nothmann, 1029). Totalmente restaurado, o novo espaço foi concebido para promover a democratização do acesso à cultura e a disseminação de iniciativas, trabalhos e resultados de Arte-cidadania – o conceito empregado a projetos que adotam a Arte como instrumento para o desenvolvimento da Cidadania. Para começar em São Paulo a viabilização dessa proposta de nível nacional do Instituto GTECH, a nova sede será o centro de articulações da parceria batizada de “Bairro-Escola-Centro”, que acaba de ser estabelecida com o Instituto Aprendiz, dirigido por Gilberto Dimenstein.

A parceria prevê a estruturação de uma espécie de teia que quer facilitar o acesso dos estudantes de escolas públicas a oportunidades capazes de contribuir para seu desenvolvimento artístico e cultural e para o enriquecimento de sua consciência crítica. O primeiro público atendido será o de estudantes do centro de São Paulo, Barra Funda e região. Conectando pessoas e entidades em rede, o projeto deve resultar em iniciativas capazes de promover ações educativas para transformar o centro de São Paulo num espaço de conhecimento pela arte e pela cultura, fazendo uso de sua infra-estrutura cultural.

Proposta do instituto

A exposição está sintonizada com o conceito de Arte-cidadania que embasa o trabalho do Instituto GTECH, traduzido pelo estímulo a crianças e jovens de 07 a 17 anos para que manifestem sua consciência crítica e exerçam sua cidadania, adotando como ferramenta a expressão artística de sua criatividade. Os arte-cidadãos, estudantes da rede pública oriundos de diversas regiões da cidade, produziram espécies de “cartas visuais” endereçadas aos cidadãos paulistanos do futuro. Essas mensagens pretendem traduzir o que são, o que fazem hoje e o que imaginam ser amanhã esses jovens artistas, além de suas perguntas e respostas sobre a cidade onde vivem.

Conceito da exposição

De criação livre, produzidas com os mais diversos materiais, as obras foram elaboradas dentro de caixas de madeira, simbolizando tijolos. Sob curadoria de Px Silveira, ex-coordenador da Funarte de São Paulo, a exposição reunirá cerca de mil obras. Juntas, as caixas formam estruturas que remetem a obras e construções. Entretanto, isoladamente as caixas estilizadas de madeira mantêm sua mensagem individual, cumprindo o objetivo da exposição de valorizar a autoralidade do arte-cidadão.

As estruturas serão montadas em pontos estratégicos do centro da cidade. Além do Pátio do Colégio e Largo São Francisco, as estruturas estarão no Solar da Marquesa de Santos, Casa da Bóia; Café Florêncio e Secretaria Municipal da Juventude, Esporte e Lazer. Provocado a refletir também sobre o seu papel no futuro paulistano, o visitante de qualquer dos locais receberá um passaporte, que o instruirá a percorrer todo itinerário de instalações da exposição e, dessa forma, paralelamente conferir parte da história de São Paulo.

fonte: aomestrecomcarinho.com.br

Exposição conta a história da aviação

Com a entrada do Brasil na Segunda Guerra Mundial, em agosto de 1942, o governo brasileiro firmou um termo de ajuste com a empresa Embry Riddle School, que formava pilotos e técnicos em manutenção de aeronaves para o governo norte-americano. Com a necessidade de alojar a escola, o Governo do Estado de São Paulo cedeu para o Ministério da Aeronáutica o prédio da Hospedaria de Imigrantes, na rua Visconde de Parnaíba. Em 1943, foi instalada ali a Escola Técnica de Aviação, conhecida como E.T.Av., que ali permaneceria até 1951.

Para contar essas e outras histórias da E.T.Av., o Memorial do Imigrante inaugurou a exposição Retrospectiva Histórica-Fotográfica da Escola Técnica de Aviação (E.T.Av.). Serão mostrados objetos de época, ligados à aviação, além de livros, jornais da Escola (com o sugestivo nome de Papel Pega Mosca), documentos e 16 painéis com fotografias daqueles tempos heróicos.

Memorial do Imigrante

R. Visconde de Parnaíba, 1316 – Mooca. Tel: (11) 6692.6521

Ingressos: R$ 4,00. Grátis para menores de 7 anos e maiores de 65.

Até 21/11, de terça a domingo, das 10h às 17h.

fonte: aomestrecomcarinho.com.br

Escolas promovem atividades de férias. Brincar é a agenda.

 

Está na hora de começar a pensar nas férias de janeiro. Será que vai dar para viajar? Depois de uma geral no orçamento, você chega à conclusão que não tem jeito: vai ter de encarar as férias em São Paulo. Mas o que fazer com a molecada? Não se preocupe, há escolas em São Paulo que sempre dão uma mãozinha para garantir a diversão da criançada e um pouco de sossego aos pais. Nada de TV e computador o dia inteiro.

Confira:

Escola Viva

Rua Prof. Vahia de Abreu, 633 V. Olímpia – São Paulo – Tel: (11)3842.6927

Atividades: foram programadas atividades especiais envolvendo jogos, brincadeiras, teatro, artes visuais, dança, música, circo, culinária e piquenique. Para crianças de 3 a 9 anos.

De 17 a 28 de janeiro

Preço: R$ 298,00 (5 dias)

R$ 238,40 (4 dias)

Colégio Magno

Rua Duque Costa, 164, Chácara Flora – São Paulo – Tel:(11) 5685.1300

www.colmagno.com.br

Atividades: aquáticas diversas, alpinismo, cavalgada, aerokidas, acantonamento, artes. Para crianças de educação infantil e ensino fundamental.

De 5 a 28 de janeiro

Preço: meio período – R$ 154,00 por semana

intergral – R$ 385,00 por semana

Baby Lounge

Rua Domingos Lopes da Silva, 325, Morumbi, São Paulo – Tel: (11) 3739.0091

www.bbbabylounge.com.br

Atividades: contação de histórias, cinema e pipoca, artes, culinária, piquenique

Preço: meio período: R$ 150,00 com lanche incluso por semana;

integral: R$ 250,00 com lanches almoço e jantar por semana

Escola Quintal

Rua Joaquim Cândido de Azevedo Marques, 1.234, Morumbi, São Paulo

Tel: (11) 3742.5899

De 3 a 28 de janeiro

Horário das 13:30h às 17:30h

Atividades: natação, brincadeira na piscina, jogos, oficinas de sucata, pintura, argila, culinária, contação de história e teatro de fantoches.

Preço: R$ 195,00 por semana

Natação: R$ 49,00 por semana

Estilo de Aprender

Rua Pio XI, 678 – Alto da Lapa, São Paulo – Fone / fax: (11) 3644.7958

www.estilodeaprender.com.br

De 10 a 28 de janeiro, das 8h às 17h30

Crianças a partir de 3 anos de idade

Atividades: Oficina de desenho,costura, culinária, brinquedos, pintura modelagem, teatro, circo, horta, música e meditação.

Preço: R$ 50,00/dia

fonte: aomestrecomcarinho.com.br