Tumblelog by Soup.io
Newer posts are loading.
You are at the newest post.
Click here to check if anything new just came in.

July 05 2016

paivadaniel

Homens: disfunção erétil não diminui sua masculinidade

Dificuldade em dialogar sobre a disfunção sexual

A grande maioria dos homens tem profundo receio em conversar com sua parceira sobre as tão temidas disfunções sexuais. Cabe esclarecer que 1 entre cada 3 homens apresentarão algum grau de disfunção sexual, enquanto 50% deles, em alguma época da vida, terão alguma disfunção sexual associada à ereção, ejaculação precoce ou perda da libido. Esses detalhes são importantes devido ao aumento populacional, além do envelhecimento de nossa pirâmide etária e o crescente sedentarismo.

Uma das razões para que os homens evitem abordar o tema com a parceira reside na crença de que mais cedo ou tarde, o referido problema irá se resolver sozinho. O indivíduo tende a adiar qualquer conversa, temerário de que essa ação possa simbolizar uma diminuição de sua masculinidade perante sua parceira. Além disso, os homens se sentem receosos diante da necessidade de se consultar com um médico, aliás, muitos deles têm vergonha.

Conversa sem interrupção

É importante que o casal marque um dia e horário para conversar a sós sobre o problema e que não haja interrupções durante esse período. Nesse momento, o homem deve dizer à parceira que está com problemas para obter uma ereção. Ao final, o amor deve resistir a essas dificuldades.

Ajuda médica

Após um diálogo franco, o casal tende a perceber o quão importante é buscar ajuda médica. Nessas circunstâncias, o profissional a se buscar deve ser um urologista, que por sua vez deverá definir um tratamento medicamentoso ou optará pelo encaminhamento do caso a um terapeuta sexual.

De qualquer modo, o casal deve ter em mente que o primeiro passo para iniciar qualquer terapia é conversar sobre o problema.

Veja mais em disfuncaoeretil.net.br

Don't be the product, buy the product!

Schweinderl